Eleve a sua carreira a um novo patamar

Aprenda as competências necessárias para se candidatar a um novo emprego, começar um negócio próprio ou finalizar um projeto.

O que quer aprender hoje?

Competências Transversais

em parceria com o ISCTE-LLCT

As formações práticas do ISCTE-IUL irão ajudar os profissionais a adquirir competências relevantes e necessárias como trabalho em equipa, apresentações profissionais ou técnicas de comunicação entre outras.

Ver formação Ver vídeo

Adquirir Clientes

com Google AdWords e Facebook Ads

Aprenda a criar e a gerir campanhas profissionais de alcance nacional ou internacional nas duas plataformas mais utilizadas em publicidade online, entendendo de forma prática conceitos chave como segmentação, geração de tráfego e optimização do investimento.

Ver formação Ver vídeo

Mais de 10.000 alunos estudam no Eduke.me

Milhares de profissionais e empresas já usam o Eduke.me para desenvolver novas competências e treinar equipas.

“Os cursos do Eduke.me ajudaram-me a entender o potencial do Marketing Digital para o meu negócio, conhecimentos que agora contribuem para o sucesso do nosso negócio."

Rita Roque
Co-Fundadora Restaurantes NoSolo Lisboa

“O meu trabalho de criação de conteúdos e gestão de redes sociais para grandes marcas, obriga-me a estar sempre atualizada em areas complementares como o SEO e Online Advertising. O Eduke.me ajuda-me com aulas práticas em vídeo a aprender com formadores especializados."

Claudia Costa
Community Manager

“Um projeto inovador, com conteúdos práticos e atuais que têm uma grande aplicabilidade para quem trabalha ou quer trabalhar em Marketing Digital."

Bruno Brito
Online Marketing Specialist

Eduke.me para empresas

Treine melhor, mais rápido e de forma eficiente os seus colaboradores, parceiros ou clientes.

A sua academia digital na Cloud

O Eduke.me disponibiliza à sua organização uma inovadora plataforma web e mobile que permite ser personalizada à sua medida, podendo importar os seus conteúdos e criar as suas próprias formações em ambiente empresarial privado para os seus formandos.

Aquisição rápida de novas competências

Adicionalmente tem acesso a um extenso catálogo de formações práticas em vídeo, com os melhores especialistas e universidades, permitindo aos seus colaboradores a aquisição rápida de novas competências, ao ritmo de cada formando.

Contacte-nos para saber mais
Empresas que já usam o Eduke.me

Quais os beneficíos de aprender no Eduke.me?

Adquira novas competências e obtenha o seu certificado, estudando ao seu ritmo e a partir de qualquer dispositivo.

Mais de 40 formações à sua escolha para aumentar as suas competências

As formações práticas em vídeo do Eduke.me foram desenvolvidas em parceira com os melhores especialistas de mercado e universidades como o ISCTE-IUL, para que adquira as competências necessárias para se candidatar a um novo emprego, começar um negócio próprio ou finalizar um projeto.

Quer esteja a começar ou deseje aprofundar os seus conhecimentos, em cada formação, seja paga ou gratuita, existem testes, obtém classificação e no final recebe um certificado de conclusão.

Obtenha um Certificado e construa a sua reputação no Linkedin

No Eduke.me, queremos potenciar as suas competências, por isso, cada uma das formações disponibiliza um Certificado de conclusão que pode colocar no seu currículo e partilhar no seu perfil de Linkedin.

Destaque-se dos demais e seja reconhecido pelas suas competências, aumentando as suas possibilidades de encontrar um novo emprego e de progredir na sua carreira.

Estude através de qualquer dispositivo

Quantas vezes já visitou um website no seu smartphone ou tablet e ficou frustrado por não conseguir aceder facilmente ao que deseja?

Por isso criámos a nossa plataforma completamente responsive, adaptando-se perfeitamente a qualquer disposítivo que utilizar.

Seja no caminho para o trabalho ou numa pausa para café, pode aceder 24/7 a todos os conteúdos em vídeo, onde lhe for mais conveniente através do seu smartphone ou tablet.

Aprenda ao seu próprio ritmo

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, as empresas necessitam de colaboradores bem treinados para garantir os melhores resultados e a formação contínua é fundamental.

Por isso o Eduke.me tem uma abordagem prática disponibilizando formações vídeo constituídas por breves módulos, com quizzes e avaliações para validação do conhecimento.

Assim pode dedicar apenas 10 minutos por dia e no final de alguns dias ter já a sua formação concluída.

A nossa garantia

Satisfação em 48h ou reembolso

Acesso permanente às vídeo aulas

Download de documentação PDF

Testes interativos em cada curso

Certificado de conclusão

Os melhores especialistas estão no Eduke.me

curso_facebook_marketing

Vera Maia

Curso E-commerce Essencial

Vera Maia é a atual Global e-Commerce Manager numa empresa multinacional, estando sediada no Dubai, onde controla a operação mundial de e-business de todo o grupo. Anteriormente lançou o negócio de e-commerce da Salsa Jeans, o qual é um caso de sucesso nacional.

Foi formadora e co-coordenadora da Academia Digital da Flag Porto e Organizadora do TEDx Guimarães. Formou-se em Ciências da Comunicação.

> <
  • curso_facebook_marketing

    Vera Maia

    Curso E-commerce Essencial

    Vera Maia é a atual Global e-Commerce Manager numa empresa multinacional, estando sediada no Dubai, onde controla a operação mundial de e-business de todo o grupo. Anteriormente lançou o negócio de e-commerce da Salsa Jeans, o qual é um caso de sucesso nacional.

    Foi formadora e co-coordenadora da Academia Digital da Flag Porto e Organizadora do TEDx Guimarães. Formou-se em Ciências da Comunicação.

  • curso_facebook_marketing

    Pedro Moreira

    Curso Cloud para Startups

    Pedro Moreira é um hacker de coração, sendo co-fundador da Whistle, um mercado online de serviços pessoais e domésticos que reúne compradores e prestadores de serviços, tornando o processo mais simples, rápido e fiável.

    Atualmente, desenvolve soluções baseadas em Ruby on Rails, contando, no seu portfolio, com uma série de projetos Kofax, aplicações para iOS, desenvolvimento em framework .NET e IT Management.

  • curso_facebook_marketing

    Nuno Morgadinho

    Curso Criação de Sites em Wordpress

    Director da WidgiLabs, especialista e consultor em WordPress, trabalhou como Software Engineer para a Agência Espacial Europeia na Alemanha e anteriormente para a YDreams. É mestre em Engenharia Informática (Computação Distribuída), Universidade de Évora.

    A WidgiLabs é a única empresa portuguesa registada no diretório de profissionais WordPress da Automattic "Code Poet".

  • curso_facebook_marketing

    Daniel Caeiro

    Curso de Introdução às Redes Sociais

    Daniel Caeiro acredita no poder das ideias, mas também que é preciso uma boa estratégia para que estas se consigam concretizar em todo o seu potencial.

    É Digital Strategist e Coordenador do Departamento de Social Media na Grand Union. Anteriormente, trabalhou as marcas Sagres, Coca-Cola, Fanta, Heineken, Guinness, MEO, Sumol, Tagus, TMN, entre outras.

  • curso_facebook_marketing

    Pedro Caramez

    Curso LinkedIn Empresas, Os 7 passos

    Pedro Caramez é atualmente um dos maiores entusiastas da rede profissional Linkedin em língua portuguesa. Já publicou dois livros sobre o tema e tem um projeto na web, o Linkedportugal, onde escreve regularmente sobre esta rede profissional.

    É professor em diversas Pós-Graduações sobre Marketing Digital & Redes Sociais e consultor de vários projetos dedicados ao tema, em PT e no Brasil.

  • curso_facebook_marketing

    Filipe Almeida

    Curso de SEO Essencial

    Filipe Almeida é um apaixonado do Marketing Digital e especialista em Paid Media, SEO e Content Marketing, exercendo a função de Head of Media & Intelligence comOn Group.

    É licenciado em Marketing pela Escola Superior de Ciências Empresariais e certificado em Adwords e Analytics. Foi ainda o vencedor do prémio de melhor ideia de produto na International Project Week in Marketing.

  • curso_facebook_marketing

    Paulo Fonseca

    Curso de User Experience Design UX

    Aliando o design à paixão por novas tecnologias, Paulo Fonseca tem vindo a desenvolver vários projetos nas áreas do design digital (Web /UX /UI /Mobile), design gráfico e branding.

    É co-fundador da Entrepreneurs Break e da Whistle, uma plataforma online, direcionada para a prestação de serviços, onde é possível encontrar os melhores talentos para desempenhar as mais diversas tarefas.

  • curso_facebook_marketing

    Rui Marcelino

    Curso Landing Pages que Convertem!

    Licenciado em Marketing e Publicidade, Rui Marcelino é especialista na área digital, tendo gerido vários projetos e campanhas na Europa, Brasil, Malásia e Médio Oriente.

    Atualmente, assume as funções de Partner e Head of Marketing na Performance Sales, onde trabalha a área de Publicidade Digital e Performance Marketing.

  • curso_facebook_marketing

    Bruno Amaral

    Curso Google Analytics Essencial

    Bruno Amaral é um engenheiro informático com muitos anos de experiência em Desenvolvimento Web e Marketing Digital, sólidos conhecimentos nas áreas digitais e especializado em Web Analytics e SEO, onde dá aulas em diversas escolas.

    Atualmente é GM na Diamond by BOLD, unidade de Desenvolvimento Web e Marketing Digital, especializada no fornecimento de soluções de Marketing Digital.

  • curso_facebook_marketing

    Sikander Jamal

    Curso de Introdução ao Google Adwords

    Sikander Jamal passou por empresas como a Microsoft e CPCis. Domina as áreas de Análise Competitiva, Planeamento Estratégico e Social Media, tendo ganho um prémio distintivo na área de Consultoria de Marketing Digital.

    Atualmente, e dada a sua vasta experiência, é um mentor de referência na Fábrica de StartUps, um programa de aceleração para empreendedores que querem criar, testar e implementar um negócio internacional.

  • curso_facebook_marketing

    Virgínia Coutinho

    Curso Facebook Marketing Essencial

    Virgínia Coutinho é autora do livro "The Social Book", fundadora e Organizadora do Upload Lisboa e uma apaixonada pela área de Social Media Marketing.

    Depois de passar pela Flag e pelo ISLA, como coordenadora e docente, é atualmente Consultora de Social Media na gigante americana Social Bakers, no Brasil.

  • curso_facebook_marketing

    Mário Alcântara

    Curso de Comunicação Digital

    Com mais de 14 anos de experiência na área digital e na comunicação interativa, Mário Alcantara colaborou em empresas como a Publicis, Ogilvy Interactive, DDB / Tribal DDB e trabalhou marcas com a Oracle, SAP, Nestlé, IBM, British Airways, Vodafone, SAP, Roche, entre outras. Desenvolveu também a estratégia digital da campanha do antigo primeiro-ministro José Sócrates e do actual Passos Coelho e colaborou com a empresa que definiu a comunicação online da campanha de Barak Obama.

  • curso_facebook_marketing

    Mário Caetano

    Os Cinco Passos para Inspirares a tua Vida

    Inspirado pelo conhecimento, experiência e exemplo dos melhores coaches mundiais, Mário Caetano foca-se em ajudar pessoas e empresas a definirem a visão para o seu caminho e a conseguirem alcançá-la. É neuroestratega, hipnoterapeuta, tem o certificado em Programação Neuro Linguística e terapia da linha do tempo. Mário fala apaixonadamente sobre talento, motivação, inspiração e propósito de vida, trazendo clareza para pessoas e treinando organizações.

  • curso_facebook_marketing

    Gonçalo Poças

    Curso Email Marketing que Vende!

    Gonçalo Poças é um em gestão de produtos, marcas, estratégia de marketing, business development e marketing digital, conta no seu portfólio com marcas como a Peugeot, Citroën, Pokerstars, Bet365, Asus, Danone, Nike e Toyota. É o fundador e CEO do conhecido portal de descontos Forretas.com, das plataformas Hotéis 24 e descontos.pt , exercendo, em simultâneo, funções de direção na Click Profit e Cherry Blue.

  • curso_facebook_marketing

    Rui Nunes

    Curso de Introdução ao Email Marketing

    CEO & Fundador da sendXmail e Zopply e com especialização em soluções de Email Marketing e de criação de Landing Pages, Rui Nunes partilha a sua experiência sobre qual a melhor forma de uma empresa abordar estes meios. Depois de 13 anos de desenvolvimento de uma das maiores bases de dados de marketing de permissão em Português e Espanhol, utiliza a sua experiência no crescimento das listas dos seus clientes, recorrendo às melhores práticas e às mais recentes técnicas de abordagem.

  • curso_google_adwords

    Marco Gouveia

    Curso Google Adwords Essencial

    Marco Gouveia é uma referência nacional na área de Marketing Digital e SEO. Em 2009, formou-se em Gestão, mas assumiu um caminho autodidata pelo mundo do Marketing Online, especializando-se e Web Design.

    Acumula funções de SEO & Online Marketing Manager do Grupo Pestana e Pousadas.pt, gerando mais de 20 milhões de euros de receita. Em 2014, participou do Google Academies Program e dá formação a nível pessoal.

  • curso_facebook_marketing

    Pedro Janela

    Curso Como criar e gerir Startups de serviços digitais

    Pedro Janela é fundador e CEO do WYgroup, o maior grupo independente de serviços de marketing digital em Portugal. Fundou a Startup em 2002 e hoje são mais de 170 colaboradores, com escritórios em Lisboa, Porto, São Paulo e Boston. É também partner da eggNEST e, ambas as empresas, faturam hoje mais de 10 Milhões de Euros, sendo que mais de 70% dessas são Startups.

Pronto para dar um salto na sua carreira?

Fomos referênciados:

Artigos do nosso blog

  • facebook-advertising-760x300 Facebook Ads: sabe o que está a fazer de errado? - Quando cria anúncios de Facebook pretende promover, de qualquer maneira, o seu produto. Como todo o produto, também o seu tem um “target”, que trará mais-valia ao seu negócio. Mas estará você a segmentar as suas campanhas de Facebook Ads da melhor forma? Nós dizemos-lhe quais são os erros mais comuns na hora de segmentar as campanhas. 1. Testou o seu anúncio? Se a sua resposta é negativa, então temos de lhe dizer que esse é um dos erros mais comuns quando se cria uma campanha de Facebook Ads. O sucesso está em testar a campanha. As campanhas de Facebook Ads não funcionam da mesma maneira para todos os “targets”. O truque? Testar! Lance a campanha e avalie os resultados e, caso seja necessário, reajuste as necessidades dos seus anúncios. 2. Que palavras-chave está a utilizar nas suas campanhas? As palavras-chave que você escolher para os seus anúncios vão ter um grande peso no sucesso da sua campanha. Quais as palavras-chave que deve utilizar? As que tiverem um peso maior na segmentação do seu anúncio. Quais os interesses do seu público-alvo? Seja mais preciso quando definir as palavras-chave e os interesses do seu “segmento”. Teste os interesses que são mais eficazes para os seus anúncios. O facto de um anúncio estar associado a diversos interesses não é positivo. Não se esquece de que a combinação de vários interesses num anúncio apenas pode levar a resultados negativos. Por exemplo, se você vende equipamentos de pesca, a palavra-chave “peixes” não será relevante ou importante para a sua campanha nem deve constar nos seus anúncios. 3. Faixa etária: que idade tem o seu público-alvo? Sempre achou que se direcionar os seus anúncios a todas as faixas etárias, terá um maior alcance? Errado! A sua mensagem não pode ser a mesma para um estudante do ensino superior e para um entusiasta de pesca. Deve direcionar os seus anúncios da melhor maneira, de acordo com o público que quer atingir. Divida o seu público em grupos, e crie o melhor “copy” para cada faixa etária. Pense a quem quer chegar, quais as caraterísticas mais flagrantes do seu público-alvo e direcione todas as atenções da sua campanha para atingir esse grupo de pessoas. No vídeo abaixo, Virgínia Coutinho explica o que é são os Facebook Ads e mostra-lhe a melhor forma de segmentar os seus anúncios. Aprenda tudo o que precisa de saber para melhor construir as suas campanhas no Facebook. Depois? Depois é só ver o seu negócio crescer!
  • AragaoPina_cartoon_eduke.me 5 fatores para garantir o sucesso da sua Apresentação em Público - “As competências de comunicação são fundamentais para quem quer ter sucesso, para quem se quer diferenciar. E tudo isto é válido, embora a níveis diferentes, na escola, na faculdade, nas empresas, na vida!”. Palavras de João Pina, professor universitátio no ISCTE-IUL, formador e autor de autor de três livros ligados ao tema das apresentações em público: “Apresentações que falam por si”, “Como fazer apresentações em 10 etapas” e “Apresentações com Humor – Insensatez ou Profissionalismo?”     Saber conduzir uma apresentação em público, transmitir a nossa mensagem de forma clara e concisa, envolver uma audiência e criar impacto  é uma mais valia para qualquer profissional. A diferença entre receber o sim ou não de um investidor ou de alcançar a classificação pretendida pode estar na qualidade da sua apresentação.   Contudo apesar de ser fácil perceber a importância das apresentações em público, todos nós sem excepção já realizámos uma apresentação que ficou à quem das nossas expetativas. Tipicamente, atribuímos o insucesso à nossa apresentação quando uma ou mais das seguintes situações se verifica:   Esquecimento de um ponto essencial que daria seguimento ao argumento seguinte; Gaguejar ao defender ou explicar determinado ponto de vista; Despender demasiado tempo na explicação de um slide em detrimento de outros; Terminar a apresentação demasiado cedo ou mesmo exceder o tempo que nos estava destinado.   A questão que pode estar a colocar neste momento é o que fazer para evitar este tipo de situações e garantir o sucesso da minha apresentação?   Segundo o nosso parceiro formador João Pina, “A chave do sucesso de uma apresentação está sem dúvida no planeamento. A preparação das apresentações é fundamental para, como sempre digo, aumentar a probabilidade de se ter sucesso. Não existindo apresentações perfeitas, importa querer lá chegar. Tal como no desporto de alta competição, em que não há campeões sem método, sem determinação, sem trabalho, sem sofrimento, sem procurar o detalhe, sem prática, as apresentações requerem estratégias idênticas.”     O planeamento deve ser encarado como uma etapa obrigatória na preparação de qualquer apresentação. Planear não tem que ser uma tarefa extremamente complexa, contudo independentemente do cariz da apresentação exitem um conjunto de fatores fundamentais que tem que ter em conta no momento de planear, sendo eles:   1º – Objetivo da Apresentação Definir o que nos propomos fazer e o que queremos atingir com a nossa apresentação é crucial para o sucesso da mesma. Definir objetivos permite-nos construir a estrutura da apresentação, alocar e controlar o tempo de forma eficaz, ajuda-nos a não fugir do tema essencial e igualmente importante permite-nos medir o sucesso alcançado. Cada apresentação poderá ter mais do que um objetivo sendo aconselhável a definição de não mais de 3 sobre o risco de os mesmo não serem alcançados. Tomando como exemplo uma apresentação de vendas, poderemos ter como objetivo que os nossos clientes conheçam o produto e que saibam as vantagens que o mesmo lhe pode trazer.   2º – Resultados Esperados Diferente da criação de objetivos é a definição dos resultados esperados, que pretendemos atingir no final da nossa apresentação. Por outras palavras, qual é a ação que desejamos dispultar na nossa audiência. Seguindo o exemplo anterior, o resultado esperado da nossa apresentação de vendas é que o cliente decida adquirir o nosso produto.   3º – Definição da Audiência Fazer uma apresentação profissional para um grupo de investidores não é naturalmente o mesmo que realizar uma apresentação para os colegas de turma. A definição à priori de a quem se destina a nossa apresentação influenciará a estrutura da mesma e terá um enorme impacto na forma e nas técnicas utilizadas para envolver a audiência.   4º – Espaço da Apresentação Qualquer orador, caso tenha oportunidade, deverá conhecer antecipadamente o espaço em que apresentação irá ocorrer. Por exemplo, a disposição das cadeiras da sala, ou em linha ou em formato circular , tem enorme influência na forma como interagimos com a nossa audiência. Planear todos os materiais a utilizar e saber quais os equipamentos técnicos à disposição são “detalhes” imprescindíveis a ter em conta.   5º – Estrutura da Apresentação O tempo é sempre limitado e por vezes é difícil transmitir tudo o que pretendemos numa apresentação só. Assim, para ajudar na sua organização e na forma como conduz a apresentação, planeie e divida as suas ideias por blocos principais de conteúdo e organize-os consoante a prioridade dos mesmos, apresentando as suas ideias chave numa primeira fase para não correr o risco que algo importante fique por dizer.  Nesta estruturação inclua as ideias chave que pretende incluir tanto na introdução como na conclusão da sua apresentação.   Não se esqueça destes 5 fatores, aplique-os e alcance o sucesso da sua próxima apresentação em público.   Agora que partilhei consigo as bases para um bom planeamento de uma apresentação em público, para concluir apresento-lhe os dois fatores fundamentais que o João nos confidenciou e que cumpre à risca antes de qualquer apresentação por ele facilitada. “O primeiro é que a apresentação seja uma mais valia para quem está a assistir. O segundo é que eu me divirta a fazê-la.  Por isso, a minha missão é Tornar Cada Apresentação Numa Experiência Única para o Orador e para os Participantes. Em concreto, importa ter sempre presente o melhor alinhamento possível entre objetivos, conteúdos, estratégia e avaliação.”   Se pretende aprofundar os seus conhecimentos sobre apresentações em público visite o nosso curso online Apresentações Profissionais e garanta o sucesso da sua próxima apresentação.  
  • analogue_digital-760x300 Os 8 pontos chave de um projecto E-Commerce - Atualmente, o comércio eletrónico, em Portugal, vale aproximadamente 49 mil milhões de euros ( 31% do PIB segundo a ACEPI ). Na Europa, estima-se que chegará aos 248 biliões, até 2017, o que significa um crescimento de 11%, ao ano. Entre os cidadãos portugueses, cerca de um quarto compra online (2,5 milhões) e em 2017, os valores deverão rondar os 35% da população (3,5 milhões). Com estes dados, percebe-se claramente o impacto que o E-Commerce tem na rotina diária dos utilizadores, na geração de valor económico e na criação de novos postos de trabalho. Para o cliente final, o comércio eletrónico possui várias vantagens tais como: a comodidade – é possível comprar confortavelmente a partir de qualquer lugar e ter o artigo entregue em casa sem esforço; a diversidade de escolha – nunca houve uma oferta tão grande, podendo escolher-se de qualquer canto do mundo, com as características ou preço que mais agradarem; a segurança nos pagamentos eletrônicos – garantidos pela reputação do site, das instituições financeiras e por encriptação de dados (SSL). As marcas e os seus colaboradores têm de estar preparados para esta evolução, sendo a primeira prioridade o cliente e a garantia de um serviço de qualidade. Quer já tenha o seu negócio físico estabelecido, ou pretenda lançar um negócio exclusivamente online, existe a necessidade de seguir um processo com vários passos, com estratégia, planeamento e execução. Abaixo um vídeo que resume o E-Commerce em 5 minutos. 1. TIPOS DE E-COMMERCE Qual o tipo de e-commerce que mais se ajusta à sua ideia de negócio ou que melhor se adapta ao seu negócio físico já existente? A grande diferença entre sites tradicionais que vendem produtos ou serviços com base noutros canais (por ex: telefone) e de sites de E-Commerce é o fato destes últimos disponibilizarem um sistema transacional online, isto é, ter um carrinho de compras e várias formas de pagamento seguro. Existem quatro tipos de E-Commerce: B2B, B2C, C2B E C2C. Para cada tipo, existe uma comunicação e uma abordagem distinta. Business to Business (B2B) – Relação de negócios entre empresas. Incluem-se fabricantes e lojas no caso de produtos físicos, empresas que vendem serviços digitais a outras empresas como a Salesforce, ou outros como a General Electric. Os negócios B2B permitem centenas ou milhares de transações simultâneas, com clientes ou fornecedores. Realizar as transações eletronicamente proporciona amplas vantagens competitivas sobre os métodos tradicionais, incluindo um registo histórico nas transações e o conhecimento das preferências dos clientes. Business to Consumer (B2C) – A relação comercial é estabelecida entre a organização/empresa e o cliente final. Resumidamente, empresas online vendendo serviços e produtos ao consumidor. É o tipo de E-Commerce mais conhecido, e exemplos como a Worten, Amazon, Continente, fazem já parte da nossa rotina. Consumer to Business (C2B) – Um consumidor fornece um produto ou serviço a uma empresa, para que esta complete um processo de negócio ou ganhe vantagem competitiva, isto é, um consumidor cria determinado valor para uma empresa/organização que depois o remunera em função do resultado obtido. Alguns exemplos deste modelo C2B: afiliação – o pagamento ao consumidor por geração de oportunidades reais de negócio, através da promoção da marca no blog, ou na rede de amigos do consumidor (por ex: a Amazon tem este tipo de programa); referenciação – a empresa paga ao consumidor por uma referência concreta – como exemplo a startup de recrutamento portuguesa Jobbox.io paga a quem referenciar candidatos a emprego que sejam posteriormente contratados; publicidade – um modelo semelhante à afiliação, mas mais simples e menos rentável, onde o consumidor adiciona publicidade de produtos ou serviços no seu site ou blog e as marcas pagam por cada impressão ou clique na publicidade da marca – o Google Adsense é o melhor exemplo deste modelo, tendo simplificado o processo no qual os bloggers, ou donos de um site pessoal, são pagos pelos anúncios clicados. Consumer to Consumer (C2C) – Este modelo de E-Commerce consiste na negociação entre dois consumidores, normalmente estabelecida através de um site mediador, como são o OLX ou EBay por exemplo. 2. ESTUDE OS LIDERES DE MERCADO É importante fazer benchmarking, isto é pesquisar quais os negócios que já existem, quais foram as principais dificuldades, quais os pontos de diferenciação, o que dizem os clientes destas empresas, quais falharam e porquê. É necessário perceber as tendências e entender os nichos de mercado que estão a emergir, quais destes são os que têm maior presença online e aqueles que têm mais clientes. Não esquecer que as mulheres são as maiores webshopers. Algumas referências B2C para estudar – no caso português, podemos falar da Salsa ou da Farfetch, negócios online que já ultrapassam os vários milhões de euros anuais. Na Europa, a Zara é um dos casos atuais mais estudados em universidades e a Spartoo angariou 25 milhões de euros para o crescimento da sua empresa no espaço de 5 anos desde o lançamento. Outra referência é a americana Zappos que se destaca pelo excelente serviço ao cliente. 3. LEGISLAÇÃO Para montar uma loja online, é muito importante compreender e estar em conformidade com a legislação do pais. As transações online em Portugal estão abrangidas pela lei dos contratos celebrados à distância. A grande diferença do E-Commerce para uma loja física é que existe a obrigatoriedade de devolução do pagamento ao cliente em caso de reclamação. A legislação nacional prevê que o vendedor tem 14 dias para devolver o dinheiro. No caso do comércio eletrónico intracomunitário, este prazo diminui para sete dias. Para perceber melhor todo o enquadramento é possível pesquisar pelo PROGRAMA NACIONAL DE COMPRAS ELETRÓNICAS uma iniciativa do Governo português. Não esqueça também de ver a legislação sobre a proteção de dados do consumidor, pois cada novo cliente que o seu site angariar está abrangido pelas normas da CNPD (Comissão Nacional de Proteção de Dados). 4. SERVIÇO DE APOIO AO CLIENTE O serviço de apoio ao cliente é o “coração” de um site de E-Commerce. Este serviço é fundamental para a credibilização da marca e funciona em todo […]

Receba já no seu email

10 cursos gratuitos!

Receba já no seu email

10 cursos gratuitos!

Receba já no seu email

10 cursos gratuitos!